17°C
Clear sky

Major Araújo quer proibir convocação de alunos da Secretaria de Segurança Pública durante horário de expediente

O deputado Major Araújo (PL) é autor do processo nº 10141/22, que proíbe a convocação ou escalação de alunos dos diversos cursos, estágios ou instrução da Secretaria de Segurança Pública de Goiás durante horário de expediente, aula, instrução ou atividade curricular, para participar de qualquer evento de natureza política ou dissociado do programa de aula preestabelecido. 
“Em observância aos princípios norteadores da administração pública, notadamente, da eficiência, moralidade, da supremacia do interesse público sobre o interesse privado os programas de cursos, estágios e instruções são formulados pelos respectivos órgãos de ensinos das corporações de maneira racional em estrita obediência ao binômio custo benefício, de maneira que qualquer afastamento do ambiente escolar não disposto dos programas fatalmente irá proporcionar perdas e prejuízos no processo ensino aprendizagem do corpo discente, sobretudo porque a atividade prevista naquele momento não caberá mais no programa posterior”, afirma Araújo. 
A proposta está na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), onde foi distribuída para relatoria do deputado Humberto Teófilo (Patriota).

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp