22°C
Scattered clouds

Obesidade infantil: gestores municipais têm até 17 de setembro para aderir à estratégia de prevenção

Termina na próxima sexta-feira (17/09) o prazo para que municípios possam aderir ao incentivo financeiro para a implementação de ações da Estratégia Nacional de Prevenção e Atenção à Obesidade Infantil (Proteja). O programa foi instituído pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, com o objetivo de deter o avanço da obesidade infantil e contribuir para o cuidado e para a melhoria da saúde e da nutrição das crianças.

Os municípios que se encaixam nos critérios estipulados pelo Ministério poderão fazer adesão por meio do Sistema de adesão a incentivo financeiro para a estruturação da Atenção Primária à Saúde (APS), disponível no portal e-Gestor.

Os recursos estabelecidos para o Proteja destinam três parcelas de R$31,9 milhões por ano, durante três anos, para cidades de até 30 mil habitantes que registraram, em 2019, excesso de peso em mais de 15% das crianças menores de 10 anos.

Acesse aqui a portaria com a lista dos municípios habilitados.

“Vamos prevenir a obesidade infantil: 1,2,3 e já!”

De acordo com o Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (Enani), 7% das crianças brasileiras menores de cinco anos estão com excesso de peso e 3% estão com obesidade. Visando enfrentar esse cenário, neste ano, a campanha contra a obesidade infantil do Ministério da Saúde reforça a responsabilidade de todos por cuidar e incentivar crianças a adotarem uma alimentação saudável e praticar atividades físicas.

A campanha também ressalta a atuação da pasta na articulação de ações intersetoriais de promoção da saúde, prevenção e atenção à obesidade infantil.

Saiba mais sobre a campanha deste ano aqui.

Com informações do Ministério da Saúde

 

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp