25°C
Overcast clouds

Operação do MP mira Afipe e TV Pai Eterno

O Ministério Público de Goiás (MP-GO), com o apoio das Polícias Civil e Militar do Estado de Goiás, deflagrou nesta data a Operação Vendilhões, visando apurar crimes, em tese, praticados pelos diretores das Associações identificadas como AFIPE (Associação Filhos do Pai Eterno – CNPJ n. 06.279.215/0001-70; Associação Filhos do Pai Eterno e Perpétuo Socorro – CNPJ n. 11.300.117/0001-07; e, Associação Pai Eterno e Perpétuo Socorro – CNPJ n. 11.430.844/0001-99), o que teria causado prejuízo ao seu patrimônio.

A investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) originou-se do encaminhamento, pelo Poder Judiciário, de cópia de inquérito policial, em que o presidente AFIPE, após ser vítima de extorsão, utilizou indevidamente recursos provenientes de contas das associações que preside.

Os crimes apurados, até o momento, são os de organização criminosa, apropriação indébita, lavagem de dinheiro, falsificação de documentos e sonegação fiscal.

Estão sendo cumpridos 16 mandados de busca e apreensão na sede das Associações (AFIPE), empresas e residências em Goiânia e Trindade, expedidos pelo Juízo da Vara de Feitos Relativos a Organizações Criminosas e Lavagem de Capitais, em decisão da Juíza de Direito Placidina Pires.

Participam da operação 20 promotores de Justiça, 52 servidores do MP-GO, 4 delegados, 8 agentes da Polícia Civil e 61 policiais militares.

 

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp