22°C
Clear sky

Partido Novo declara voto contrário ao piso salarial da enfermagem; acompanhe

Paulo Sergio/Câmara dos Deputados
Tiago Mitraud, líder do Novo

O líder do Novo, deputado Tiago Mitraud (MG), solicitou a retirada de pauta do projeto que cria o piso salarial da enfermagem, de técnicos de enfermagem e de parteiras (PL 2564/20). Ele afirmou que a proposta é eleitoreira e tem alto impacto orçamentário.

“Este projeto vai acabar com a saúde brasileira porque vamos ver as santas casas fechando, leitos de saúde fechando e os profissionais que hoje estão aqui lutando pelo piso desempregados porque os municípios não conseguirão pagar esse piso”, disse.

Mitraud foi vaiado pelos profissionais de saúde que acompanham a votação nas galerias do Plenário. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), repreendeu as vaias. “Faz muito tempo que esta Casa não recebe honrosas presenças do público do povo do Brasil, nós devemos muito à enfermagem e ao setor de medicina pelo combate à pandemia, mas é preciso ter respeito por quem pensa diferente”, disse Lira.

A proposta tem apoio da maioria dos parlamentares, que desde a manhã se mobilizam pela votação.

O líder do governo, deputado Ricardo Barros (PP-PR), afirmou que a criação do piso é um grande desafio para os cofres públicos e que o governo está empenhado em buscar fontes de financiamento. “São R$ 16 bilhões que estão aguardando a fonte de recursos e nós estamos trabalhando demoradamente e insistentemente na busca de recursos para garantir que as conquistas sejam efetivas”, disse.

Assista à sessão ao vivo

Mais informações em instantes

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp