33°C
Overcast clouds

Pátria Voluntária incentiva o voluntariado no país

Conforme dados do IBGE de 2018, 7 milhões de pessoas atuam como voluntárias em todo o país. Brasileiros que dedicam uma parte do tempo para ajudar a transformar vidas. E o voluntariado é incentivado pelo Pátria Voluntária, que completou dois anos em julho de 2021. 

O Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado é coordenado pela Casa Civil da Presidência da República, por meio de uma Secretaria Executiva. O objetivo é fomentar a prática do voluntariado como um ato de humanidade, cidadania e amor ao próximo, entre o governo, as organizações da sociedade civil e o setor privado, além de incentivar o engajamento social.

A plataforma conta com mais de 17 mil voluntários e mais de 2 mil entidades cadastrados e em dois anos mais de 1,6 milhões de brasileiros já foram beneficiados pelo Pátria Voluntária. 

Você pode participar da iniciativa e se inscrever na plataforma do Pátria Voluntária

Saiba mais sobre o programa e o trabalho voluntário em entrevista com a secretária executiva do Pátria Voluntária, Adriana Pinheiro.

1 – O brasileiro tem característica de povo acolhedor. Quando o assunto é voluntariado, o brasileiro tem esse espírito?

Sim, o povo brasileiro é por natureza um povo acolhedor, mas muitas pessoas não sabem como podem ajudar. O Programa Pátria Voluntária por meio da sua plataforma pode contribuir para você encontrar uma oportunidade na sua região.

2 – É possível dimensionar o número de voluntários hoje no Brasil?

Segundo pesquisa do IBGE de 2018, temos cerca de 7 milhões de voluntários no Brasil. Mas o Pátria Voluntária acredita que esse número pode crescer ainda mais com a sua ajuda. 

3 – Muita gente não faz parte de uma ação voluntária por não conhecer instituições perto dela. O Pátria Voluntária nasceu com essa intenção? Unir instituições que precisam de pessoas que querem ajudar?

O Pátria Voluntária foi criado com o objetivo de fortalecer o voluntariado no Brasil. Através da nossa plataforma é possível identificar oportunidades daqueles que querem ajudar com aqueles que precisam de alguma ajuda.

4 – Quais as ações mais expressivas do programa no último ano? É possível fazer um balanço das ações do programa num ano em que o brasileiro precisou tanto de um apoio por causa do coronavírus?

O Programa Pátria Voluntária foi criado há dois anos. Mas em especial no ano de 2020, devido a pandemia, nós precisamos trabalhar muito, criar novas parcerias para atender as pessoas mais vulneráveis. Levamos ajuda humanitária para as regiões mais distantes do Brasil, chegamos em comunidades ribeirinhas, comunidades quilombolas e indígenas. Isso com a ajuda dos parceiros, com a ajuda do governo e dos nossos voluntários. Neste período de pandemia, foram mais de 1400 toneladas de alimentos distribuídas em todas as regiões do Brasil. Já beneficiamos mais de 1,6 milhão de pessoas. 

5– E quais os desafios temos pela frente dentro do voluntariado?

Hoje, nosso maior desafio é conscientizar os brasileiros da importância do voluntariado. Construir uma cultura de voluntariado não é fácil, mas entender o que o voluntariado traz de transformação social e de transformação pessoal é importante para motivar as pessoas a realizarem, a doarem um pouco do seu tempo, dos seus talentos para ajudar as pessoas que mais precisam. O voluntariado pode trazer transformações sociais incríveis.

6 – Qual principal objetivo do programa que já tem dois anos?

Além da mobilização de voluntários pelo país e de ações de ajuda humanitária, o Programa Pátria Voluntária também investe, por meio de editais públicos, em projetos sociais que levam transformação para comunidades mais vulneráveis. Por exemplo, o projeto estruturante denominado Apadrinhe um Futuro que em seis meses já beneficiou quase 700 crianças e adolescentes levando capacitação, educação e inclusão digital.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp