29°C
Overcast clouds

PF combate crimes de abusos sexuais contra crianças no Pará

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (29) a Operação Atrocitas, para combater crimes de estupro de vulnerável e de produção e armazenamento de material pornográfico infantil, em Marabá, no estado do Pará.

As investigações iniciaram a partir de relatório produzido pelo setor especializado no combate ao abuso sexual infantil da PF.  “Com o aprofundamento das apurações, verificou-se que o suspeito se valia da convivência íntima com as crianças para cometer os abusos e fotografar as cenas, armazenando as imagens em aparelhos telefônicos e servidores na internet (nuvem)”.

Os policiais federais cumprem, desde as primeiras horas da manhã, um mandado de prisão preventiva e três de busca e apreensão. As ações ocorrem simultaneamente, também, nas cidades de Parauapebas e Viseu, no Pará; e Senador Canedo, em Goiás.

De acordo com a PF, o nome da operação, Atrocitas, é o “termo em latim para atrocidades, ação repleta de perversidade, crueldade”.

 

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp