29°C
Clear sky

Pia mexe na seleção e convoca novidades para amistosos com Austrália

Em constante busca pela melhor formação, a técnica Pia Sundhage convocou nesta terça (5) a seleção feminina para os amistosos diante da Austrália, nos dias 23 e 26 de outubro, em Sydney, com seis nomes que não estavam presentes na última lista.

“Queríamos ter nos saído melhor em alguns jogos que fizemos. Para isso, precisamos fazer mudanças. Quero encontrar a melhor forma para o time. Cada convocação é muito importante e provavelmente haverá mudanças em todas elas”, disse Pia em entrevista coletiva realizada virtualmente.

No grupo de 23 atletas, as que não estiveram na convocação para os jogos com a Argentina, em setembro, são: Karen, goleira do Minas Brasília, Giovana, atacante do Levante (Espanha), Adriana, do Corinthians, além de um trio do Palmeiras com Júlia Bianchi, Tainara e Thaís.

Confira a lista completa das atletas convocadas para os jogos preparatórios contra a Austrália! Vamos com tudo! 💪#GuerreirasDoBrasil 🇧🇷 pic.twitter.com/ZEYGrDq148

— Seleção Feminina de Futebol (@SelecaoFeminina) October 5, 2021

O Verdão, aliás, foi o time com mais convocadas: cinco no total (as outras foram Katrine e Ary Borges). O vice-campeão brasileiro teve até mais atletas chamadas do que o Corinthians, que se sagrou campeão. Foram três corintianas na lista: Érica, Tamires e a já mencionada Adriana. O Madrid C.F.F também teve três jogadoras na relação.

Nomes mais experientes como Marta, Debinha e Bia Zaneratto marcaram presença. Segundo Pia, todas impõem respeito à defesa adversária. No entanto, ela espera ter a própria defesa bastante testada, já que a Austrália é a atual quarta melhor equipe do mundo.

“Temos de ser realistas. Elas virão para cima e teremos que estar organizadas. Mas, se formos um time coeso e compacto na defesa e no ataque, será uma oportunidade de testarmos o quão boas nós somos”, opinou a treinadora.

Além de uma das melhores seleções do planeta, a Austrália também é um dos países anfitriões da próxima Copa do Mundo, em 2023. A competição será sediada em conjunto com a Nova Zelândia. A técnica, no entanto, ainda não quer pensar no clima de Copa que possivelmente encontrará em terras australianas.

“Vamos nos planejando passo a passo para o sucesso. Esse é o objetivo”, relembrou Pia. A seleção também está em preparação, mas para a Copa América de 2022.

Contratada para o fim do ciclo olímpico de Tóquio e o início do seguinte, a sueca finalmente terá a possibilidade de um calendário mais próximo do normal, com o retorno de jogos na frequência habitual. Após as duas partidas contra a Argentina, agora mais duas diante da Austrália.

“Estou animada com este novo ciclo. Não apenas com o que vai acontecer neste ano, mas também no próximo”, revelou.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp