30°C
Clear sky

Plenário encerra sessão e abre outra com novo quórum; acompanhe

Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Sessão do Plenário da Câmara

Respondendo a questões de ordem apresentadas por deputados de partidos de oposição contra a manutenção da sessão e do painel eletrônico, o presidente da Câmara, Arthur Lira, encerrou a sessão que fora suspensa ontem por problemas técnicos. Uma nova sessão virtual foi iniciada em seguida para concluir a votação da Proposta de Emenda à Constituição do Estado de Emergência (PEC 15/22).

Assista à sessão ao vivo

Arthur Lira explicou que o objetivo é preservar o funcionamento do Poder Legislativo. “A nossa intenção foi de preservar possibilidade regimental para que deputados em um votação de PEC importante, polêmica, que traz efeitos sociais, econômicos, políticos, pudessem expressar a sua vontade.”

Investigação

O presidente da Câmara destacou a gravidade do que considera uma “agressão ao funcionamento do Poder Legislativo”.

“É sério o que aconteceu ontem com o Poder Legislativo. Isso não é qualquer instituição que se permita acontecer sem dar qualquer satisfação de solução”, afirmou. “O que aconteceu ontem não é fato comum, não é normal, não é corriqueiro e eu espero que jamais aconteça. Temos duas empresas contratadas, uma que trabalha aqui e no Senado, e outra de suporte. Durante toda a sessão, não conseguimos sequer contato com essas empresas. Ninguém dava satisfação.”

Arthur Lira informou que acompanhou até as 3h40 da madrugada, junto com o diretor-geral da Câmara, as apurações preliminares da Polícia Federal sobre o ocorrido. “Levaram todos os equipamentos e a análise dos logs de quem logou na Casa”, relatou.

A Polícia Federal instaurou um processo para apurar as falhas na internet e inconsistência no sistema de votações da Casa. “Espero que, com a Polícia Federal nas dependências da Casa, com todas as garantias, a gente não tenha outras novidades.”

Segundo o presidente da Câmara, a sessão virtual funcionará com backup do Senado Federal e aporte do Serpro.

Arthur Lira ainda leu nota da Diretora-Geral da Câmara dos Deputados com informações sobre o corte na conexão da operadora Lúmen. “A empresa informou que houve interrupção por rompimento de fibra ótica em Brasília”, afirmou. O problema, segundo a empresa, afetou diversos clientes no Distrito Federal.

Mais informações em instantes

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp