27°C
Clear sky

Prédio de instituto cultural em SP recebe obra de artista suíço

Estreou hoje (11), em São Paulo, a exposição do artista suíço Felipe Varini. A mostra tem quatro obras inéditas feitas para a arquitetura do Instituto Artium de Cultura, que fica no bairro Higienópolis. O prédio que abriga o instituto é um palacete centenário tombado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de São Paulo (Conpresp). A visitação é gratuita e deve ser agendada pelo site Eventim.

Radicado em Paris, Varini produz obras que misturam cenografia, pintura e fotografia. Esta é a primeira vez que ele expõe individualmente no Brasil. A mostra tem curadoria do francês Franck Marlot. A intervenção artística trata-se de um site-specific, ou sítio específico, quando uma obra é criada de acordo com o ambiente e com um espaço determinado. Varini esteve no local para desenvolver um estudo técnico e criar a partir das observações arquitetônicas.

Foram produzidas, então, quatro instalações: Zig Zag De Quatorze Triangles, Doubles Cercles Concentriques, Sept Arcs De Cercles e Douze Petits Disques Dans Le Grand. Elas ocupam a fachada exterior e três salas expositivas do prédio.

“A obra bidimensional pintada aparece para o observador em um único ponto focal e se espalha nas superfícies do edifício conforme ele se move pelo espaço. É uma oportunidade para todos questionarem a realidade e a ficção do espaço arquitetônico e serem atores da própria experiência”, aponta Franck Marlot, curador da mostra, conforme nota de divulgação da exposição.

As criações de Varini, apontam os organizadores, são construídas a partir de círculos, quadrados, elipses e triângulos, pintados em cores primárias. “Neste ponto focal, a forma parece flutuar como que levitando sobre a arquitetura que a acolhe”, indica o texto de divulgação.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp