25°C
Scattered clouds

Prefeitura de Aparecida totaliza 146 leitos hospitalares para tratamento da Covid-19

Para reforçar o combate à pandemia do Coronavírus, a Prefeitura de Aparecida de Goiânia mais que dobrou o número de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI´s) da rede pública. Só no final da última semana, 10 novos leitos entraram em funcionamento no Hospital Municipal de Aparecida (HMAP) e outros três foram adquiridos em uma instituição privada. Além disso, nesta segunda-feira, 29, o prefeito Gustavo Mendanha recebeu a confirmação de uma doação de 10 novos ventiladores pulmonares realizada pelo Hospital Sírio-Libanês. Ao todo, o município ofertará 146 leitos hospitalares exclusivos para tratamento da Covid-19, sendo 86 UTI´s e 60 semi-UTI´s.

“No dia 15 de junho, nós recebemos 10 novos respiradores enviados pelo Ministério da Saúde, com a intermediação do senador Vanderlan Cardoso. Neste final de semana, eles entraram em pleno funcionamento no HMAP. Agora, só no nosso Hospital, são 60 UTI´s exclusivas para tratamento da doença. Recebi também, com muita alegria, a confirmação de que outros dez leitos irão começar a funcionar a partir de uma doação de respiradores realizada pelo Hospital Sírio-Libanês”, afirma o prefeito Gustavo Mendanha.

Ele destaca que as ampliações realizadas nos últimos três meses foram fundamentais para a reabertura responsável do comércio: “No início do mês de março, Aparecida contava com 63 leitos de UTI na rede pública. Com a chegada da pandemia em Goiás, iniciamos um intenso e planejado trabalho para ampliar nossa rede e, apenas em três meses, mais que dobramos esse número. Hoje, já são 76 apenas para tratamento da Covid-19 e outros 10 que entrarão em funcionamento, além das 63 que continuam funcionando ”.

O secretário de Saúde, Alessandro Magalhães, que também preside o Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19 em Aparecida, detalha como estão distribuídos os novos leitos hospitalares exclusivos para tratamento da Covid-19: “No HMAP temos 60 UTI´s e 60 semi-UTI´s. Outros 10 respiradores entrarão em funcionamento pelos próximos dias. No Hospital do Garavelo são 13 UTI´s para pacientes do SUS. No Hospital São Silvestre adquirimos três leitos. Tudo isso totaliza os 146 citados pelo prefeito”.

Segundo o gestor, dos 2.599 casos confirmados na cidade, até às 17h do último domingo (28), 175 precisaram de hospitalização. “A análise dos nossos dados demonstram que, até o momento, cerca de 7% dos pacientes com Covid-19 exigem internação. Mas, estamos atentos às projeções dos pesquisadores e trabalhamos incansavelmente para que não falte leito para ninguém”.

De acordo a Secretaria Municipal de Saúde, até as 17 horas desta segunda-feira, 29, a taxa de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19 na rede pública era de 56%. O número é um dos principais indicadores para a tomada de decisões do Comitê.

Leitos de UTI em Aparecida

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, a distribuição de leitos de UTI em Aparecida acontece desta forma

– 90 UTI´s no HMAP, sendo 30 geral e 60 para o tratamento da Covid-19;
– 6 UTI´s no Hospital Santa Mônica, contratados pela Prefeitura;
– 20 UTI´s no Hospital São Silvestre, também contratados pela Prefeitura, sendo três delas para Covid-19;
– 13 UTI´s no Hospital Garavelo, com todas disponíveis para a Covid-19;
– 10 UTI´s no Hospital de Urgências de Aparecida (unidade estadual).

Planejamento que salva vidas

Aliada à ampliação dos leitos hospitalares, a Prefeitura de Aparecida tem investido na testagem em massa para diagnóstico da Covid-19 e na eficiência do tratamento prestado aos doentes. O município já realizou mais de 18 mil exames do tipo RT-PCR, considerado padrão ouro para diagnóstico da doença. Além disso, a Central Municipal de Telemedicina acompanha diariamente todos os pacientes confirmados e em isolamento domiciliar.

Já os pacientes internados no HMAP recebem o acompanhamento dos profissionais de Telemedicina do Hospital Sírio-Libanês. “Temos estudado ainda outras estratégias de monitoramento dos casos positivos e trabalhado para ampliar ainda mais os leitos hospitalares da nossa cidade”, destaca Gustavo Mendanha.

Foto Arquivo-Divulgação Secom

Foto: Enio Medeiros

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp