19°C
Overcast clouds

Prefeitura de Goiânia orienta feirantes no retorno das atividades

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), está realizando um trabalho de orientação nas feiras sobre os protocolos de retorno seguro das atividades nesta terça-feira (21/07).

Todas as barracas montadas deverão manter distância mínima de 2m e a feira deve funcionar com 50% de feirantes em sistema de revezamento.  A portaria com os protocolos pode ser  conferida neste link.

As regras foram definidas pela Sedetec de acordo com os Protocolos Gerais e Específicos da Secretaria de Estado da Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), e ainda, de acordo com o manual de boas práticas da Secretaria do Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA) em relação às Feiras Livres.

A iniciativa visa conscientizar os feirantes sobre a importância de seguir as regras para evitar o contágio e manter as atividades abertas, após quatro meses de interrupção. A Sedetec também elaborou uma cartilha orientativa de como adotar algumas estratégias para a prevenção da disseminação do coronavírus.

Para o diretor das feiras livres e mercados municipais, Daniel Antônio, o mais importante nesse momento é a orientação por parte dos servidores das feiras nas bancas para verificar se os protocolos estão sendo cumpridos e sanar dúvidas.

“Os mercados municipais estão funcionando com todos os protocolos de saúde, tanto os do municipal como os do estado, os permissionários também tem feito com muito encargo o dever de casa, construindo ainda mais para que todos voltem aos poucos ao trabalho com segurança e responsabilidade”, diz.

O secretário da Sedetec Walison Moreira reforça que no primeiro momento a fiscalização, que fica a cargo da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh) com apoio da Guarda Civil Metropolitana (GCM), terá caráter educativo.

“Eles ficaram quatro meses sem poder trabalhar, a última coisa que queremos é autuar, a prefeitura trabalha pelo diálogo e entendimento. Protocolos criados com inúmeras reuniões, para que apenas medidas eficazes fossem tomadas, pois os feirantes já estão fragilizados economicamente”, pontua sobre a preocupação de não incluir medidas desnecessárias que apenas oneraria o setor.

Walison também destaca que o distanciamento de 2 metros de distância e a manutenção do distanciamento de 1 metro entre as pessoas, além do uso da máscara, são as principais medidas entre as que foram construídas após várias reuniões com representantes das feiras da capital.

“Tivemos uma grande reunião antes da reabertura com lideranças de feiras, são inúmeros representantes, algumas são grandes e possuem vários líderes, mas acordamos que é dever de todos zelarem para que os protocolos sejam respeitados para que não precisemos voltar a fechar novamente”, explica o titular da Sedetec.

Além disso, deve ser disponibilizado álcool em gel 70% para clientes e funcionários, limpeza das superfícies frequentemente e desinfectar com álcool 70%. Os locais também deverão disponibilizar lixeiras, de preferência com tampa e pedal, e em caso de troco em dinheiro, recomenda-se devolver em saco plástico para que não haja contato direto.

O secretário também salienta que o Mercado Central de Goiânia da Rua 03 segue as regras do supermercado.  Já o Camelódromo do Centro, na Rua 4, segue as regras de galerias. “Ele não entrou antes porque não tinha condições, mas com protocolos, com a limitação de 50%, com rodízio, pôde retomar. Esta semana vamos observar o que funciona ou não e, caso necessário, aperfeiçoar as regras”, diz.

Nas feiras livres recomenda-se observar as boas práticas de operações divulgadas pela SEAPA, além de manter distância de 2 metros entre bancas vizinhas (lateral). Para as feiras especiais deve-se manter distância mínima de 2 metros entre bancas vizinhas e distância mínima de 3 metros nos corredores para livre circulação.

Nas feiras livres e especiais podem ter feirantes que vendem alimentos. Inclusive com consumo no local, mas para isso ele precisa estar sentado, não pode consumir no local em pé. Mesas com 4 cadeiras e 2 metros de umas das outras. Os pedidos devem ser feitos no balcão e as mesas e cadeiras devem ser higienizadas com álcool 70% após o uso de cada cliente.

São 32 feiras especiais na capitai aptas a retornar após quatro meses com interrupção por conta das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. A retomada faz parte do processo gradual e responsável do retorno das atividades econômicas e não econômicas.

Feira Livre

É a feira de produtos alimentares, hortifrutigranjeiros, laticínios, carnes e derivados, dentre outros.

Feira Especial

É a feira de artigos artesanais, produtos naturais, antiquários, obras de arte, pequenos animais domésticos e de artigos de fabricação caseira, da micro e pequena indústria, das cooperativas de produção e de entidades jurídicas sem fins lucrativos, dentre outros.

Revezamento

O revezamento semanal deve ser feito entre bancas impares e pares, a iniciar pelas bancas de números ímpares. Exemplo: primeira semana de funcionamento, devem executar os seus trabalhos as bancas de número 1,3,5,7 e assim sucessivamente, conforme o número total de bancas da feira.

Já na semana seguinte, devem executar os seus trabalhos as bancas de número 2,4,6,8 e assim sucessivamente. A medida deve garantir que todas as bancas funcionem quinzenalmente e atinjam o distanciamento necessário. Caso não seja possível o revezamento pela numeração, deve ser feita a intercalação entre as bancas, de modo que assegure o distanciamento obrigatório.

Para cumprir todas as normas os feirantes deverão ter paciência e colaborar com as autoridades responsáveis para que não haja nenhum prejuízo no enfrentamento à pandemia. Em caso do não cumprimento dos protocolos sugeridos, pode resultar e advertência ou suspensão das autorizações.

Antônio Bento, da Diretoria de Jornalismo

Imagem: Divulgação

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp