13°C
Clear sky

Prefeitura do Rio já encerrou 150 festas e eventos ilegais neste ano

A prefeitura do Rio de Janeiro informou neste sábado (17) que já encerrou 150 festas e eventos clandestinos desde o início do ano por descumprimento das medidas de prevenção contra a covid-19. Na noite de ontem (16), a Secretaria de Ordem Pública encerrou uma festa com 300 pessoas “em uma casa de balada liberal” na Barra da Tijuca, na zona oeste da capital.

Segundo a secretaria, o estabelecimento foi multado e interditado pela Vigilância Sanitária por tempo indeterminado devido à aglomeração. Além disso, foram registradas autuações por consumo de cigarro em ambiente fechado e por funcionamento de espaços como boate.

O município do Rio de Janeiro registrou nesta semana os primeiros casos confirmados de covid-19 causados pela variante delta, identificada inicialmente na Índia e considerada preocupante pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa mutação do SARS-CoV-2 é considerada mais infecciosa e também pode ter maior potencial para causar reinfecções.

A variante delta já está em transmissão comunitária na capital fluminense, o que significa que as infecções não estão mais ligadas a casos de pessoas que viajaram para outras localidades.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, sete pessoas, de diferentes bairros e regiões da capital, foram infectados pela variante. Ao menos cinco dessas pessoas já se recuperaram da covid-19 e são consideradas curadas, e 23 contactantes estão sendo acompanhados. 

Apesar de ser uma nova variante, as medidas de prevenção são as mesmas, como evitar aglomerações, manter distanciamento físico, usar máscara, higienizar sempre as mãos e buscar a vacinação quando estiver disponível para sua faixa etária. 

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp