21°C
Scattered clouds

Roberto Hidasi defende políticas públicas para a água

O advogado alerta que é de suma importância a adoção de práticas sustentáveis nos Estados e municípios

O Dia Mundial da Água é comemorado em 22 de março. A data foi criada com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da preservação da água.

“A conscientização sobre a urgência da economia deste recurso natural é uma das principais metas desse dia, uma vez que a preservação dos recursos hídricos é uma responsabilidade do poder público e sociedade”, afirma o advogado ambiental Roberto Hidasi.

Cerca de 35 milhões de brasileiros não têm acesso à água potável e o marco regulatório do saneamento básico, se entrar em vigor, poderá reverter esse quadro, já que a lei pretende atingir a meta de 99% da população brasileira com acesso à água potável e 90% da população com acesso aos serviços de coleta e tratamento de esgoto até 2033.

Investimentos públicos e privados baseados na natureza são um avanço essencial, segundo ele. O advogado afirma que é necessária a criação de projetos de sustentabilidade e aplicação de investimentos públicos e privados para o setor de recursos hídricos.

“A água é um dos recursos mais imprescindíveis para a sobrevivência da vida. Projetos de sustentabilidade são rentáveis, recebem apoios, investimentos e garantem importantes benefícios”, pontua Hidasi.

O advogado alerta que é de suma importância a adoção de práticas sustentáveis nos Estados e municípios. “A garantia de água potável, própria para o consumo, está associada a boas práticas de preservação dos mananciais. É necessário consciência ecológica, uso racional e sustentável dos recursos hídricos, preservação das nascentes, mas também melhor gestão dos recursos hídricos e inserção de políticas públicas”, afirma Roberto Hidasi.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp