21°C
Clear sky

Sabesp apresenta Centro Ecológico de Reciclagem de Pavimentos

A Sabesp recebeu a visita conjunta de coordenadores de obras das subprefeituras de São Paulo, equipes da Convias e representantes da Comgás para conhecer o Centro Ecológico de Reciclagem de Pavimentos (CERP), instalado na Vila Leopoldina, na capital paulista.

A visita contou com explicação teórica sobre o processamento, ressaltando todas as etapas de reciclagem de resíduos de construção civil (RCC) e concreto asfáltico fresado (Reclaimed Asphalt Pavement, “RAP”), até se tornarem respectivamente em RCC espumado e RAP espumado, produtos estes com melhor qualidade e mais resistência que o material original.

Os participantes acompanharam ainda a demonstração da aplicação do RAP espumado com uso  de rolo compactador; e um procedimento completo de abertura e recomposição de vala sobre uma  galeria de águas pluviais próxima ao CERP, realizada pelas equipes da própria Prefeitura.

O diretor do Departamento de Zeladoria Urbana (DZU) da Secretaria de Subprefeituras, Radyr Papini, falou sobre os motivos da visita. “Viemos com os coordenadores de Projetos e Obras das Subprefeituras para conhecer o CERP e a técnica de aplicação desse material. Acreditamos que,
conhecendo esse produto, os subprefeitos vão conseguir uma grande economia de recursos e ter à disposição uma solução ecológica”.

Para o diretor do Departamento de Controle e Cadastro de Infraestrutura Urbana (Convias), Alex  Campos, “essa visita demonstra o estreitamento entre Prefeitura com a Sabesp. E mostra também que o benefício não será somente em tapar buraco, mas também em preservar o meio ambiente, tendo em vista que o RAP espumado é um material sustentável”.

A gerente assistente de Inteligência de Obras da Comgás, Melissa Vieira Bertollo, destacou o compartilhamento de boas práticas entre as duas companhias. “Conhecer a solução e avaliar a possibilidade de utilizar nas nossas obras. A Comgás tem várias obras de infraestrutura na cidade de São Paulo e a recomposição de pavimentos é sempre um processo crítico no qual a gente busca melhoria. A gente tem uma parceria muito forte com a Sabesp, que vem de anos”.

Por fim, o gerente de Divisão de Adução e Serviços Especiais da Sabesp, Rogério Santos, destacou a qualidade do produto final. “O material gerado pelo CERP é melhor do que o material original. Ele tem uma capacidade de suporte muito superior do que o material hoje aplicado. Sem falar da questão de sustentabilidade, sendo inclusive certificado com o Selo Verde, pelo Instituto Chico Mendes. Então, a população de São Paulo ganha duas vezes. Pela qualidade do serviço prestado e pela questão ambiental, já que deixaremos de enviar para aterros sanitários boa parte dos resíduos de nossas obras”.

Estiveram presentes ainda no encontro o superintendente da Unidade de Negócio Oeste da Sabesp, Aurélio Fiorindo Filho; e Anselmo Caetano Peluso Moreira, gerente do Consórcio Reintegrar, contratado para implantação e execução dos serviços.

CERP

Implantado na Marginal Tietê, ao lado do Parque Orlando Villas-Boas, o Centro Ecológico de  Reciclagem de Pavimentos (CERP) tem como objetivo reciclar resíduos de asfalto, guias, sarjetas e concretos, transformando em material de melhor qualidade que o original, denominado Resíduo de
Construção Civil Espumado (RCC Espumado), o qual será utilizado na recomposição das valas após serviços da Sabesp. Os principais destaques da tecnologia importada da Alemanha é o fato  desta reciclagem fornecer produto melhor que o material primário e não gerar nenhum tipo de
contaminação ambiental, uma vez que todo o processamento ocorre em câmara fechada.

O post Sabesp apresenta Centro Ecológico de Reciclagem de Pavimentos apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp