21°C
Scattered clouds

Técnicos governamentais: essenciais para Goiás

Rodrigo Esteves é presidente da Astego
  • Por Rodrigo Silva Esteves

Na data em que comemoramos o dia do Técnico Governamental de Goiás, 6 de julho, é também dia de luta para os servidores desta carreira. Estamos em todas as pastas e unidades do governo e em 76 municípios goianos, muitos em funções estratégicas. Ocupamos 115 cargos de confiança e mais de 500 funções comissionadas, entre coordenações e supervisões. Apesar da escolaridade exigida para provimento do cargo ser nível médio, quase 90% possui nível superior, muitos com especializações, mestrados e doutorados. Esses números refletem o nosso compromisso com a excelência dos serviços que oferecemos.
De 4,2 mil servidores convocados, apenas 1.726 permanecem no serviço público. Por que será que pouco mais de 40% dos convocados continuam atuando na administração pública? O baixo interesse em exercer o cargo revela um pouco da realidade desta categoria, que presta uma importante contribuição à sociedade, por meio da sua dedicação e da qualidade dos seus serviços.
Dia a dia vivenciamos uma distorção dos nossos salários em relação a outras carreiras. Vemos servidores que ingressaram no mesmo concurso e que já tiveram aumento de mais de 100% nos vencimentos em relação ao nosso. Essa distorção é uma injustiça enorme dentro do serviço público.
E foi para agregar nossa categoria e encabeçar nossas lutas que, em 2018, criamos a Associação dos Técnicos Governamentais do Estado de Goiás, a Astego, com o objetivo de buscar a valorização da carreira, a recomposição salarial, a reposição das perdas salariais pela inflação, as evoluções na carreira nem sempre implementadas pelo Governo e a criação de um PCR próprio, este já conquistado.
Em nossas buscas e negociações com o governo, sempre nos pautamos no respeito e na reciprocidade, uma vez que ambos buscamos a excelência na prestação dos serviços públicos. E para que os serviços e produtos que a população espera do Estado sejam entregues de forma eficaz, é preciso contar com a dedicação de uma área que geralmente é esquecida, a dos servidores administrativos.
Uma administração de qualidade depende diretamente da evolução do perfil profissional dos servidores de gestão administrativa, encontrado nas instituições públicas e estatais. E é por isso que, 6 de julho, Dia do Técnico Governamental, é o dia que celebramos a força dessa categoria.

Rodrigo Esteves é presidente da Astego

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp