28°C
Few clouds

Sistema de compras governamentais é atualizado

O Ministério da Economia detalhou hoje (19) as atualizações do sistema de compras do governo federal, o compras.gov.br. As atualizações do “catálogo de compras”, até então comprasnet 4.0, foram apresentadas por técnicos da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital durante o webinar Novo Catálogo de Bens e Serviços.

O compras.gov.br é um sistema desenvolvido pelo Serpro em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com o objetivo de atender tanto demandas internas ao governo (planejamento) como do ponto de vista competitivo (seleção do fornecedor) das licitações governamentais. A iniciativa pretende “simplificar o modo de consulta de itens e processos no catálogo do sistema, além de permitir uma integração com módulos de compras em outros sistemas”.

Segundo os técnicos, esta não é ainda a versão finalizada da plataforma. As novidades, no entanto, apresentam avanços no sentido de facilitar o credenciamento de empresas no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (Sicaf) e para o acompanhamento de oportunidades disponíveis para fornecimento de produtos e serviços ao governo.

A atual versão melhorou a organização e a filtragem das pesquisas, de forma a possibilitar buscas cada vez mais refinadas. Segundo o Ministério da Economia, “com as novas funcionalidades, amplia-se o leque de fornecedores de produtos e serviços ao governo, permitindo que microempreendedores individuais acompanhem as oportunidades”.

As melhorias nos procedimentos de busca, proporcionadas pelo novo design do catálogo, possibilita ao usuário a criação de uma lista de itens para os processos de compras governamentais. Além disso, o novo catálogo permitirá, segundo o ministério, “mais transparência no controle do gasto público e correta identificação dos itens adquiridos”.

De acordo com o Painel de Compras, em 2020 o sistema de compras do governo federal foi utilizado para operacionalização de cerca de 176 mil processos de contratação, com mais de 306 mil fornecedores habilitados.

No mesmo período, as compras governamentais homologadas no sistema movimentaram cerca de R$ 108,6 bilhões, o equivalente a 1,47% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) brasileiro.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp