33°C
Clear sky

SP anuncia Bom Prato e início das atividades da Rede Lucy Montoro em Diadema

O Vice-Governador Rodrigo Garcia assinou nesta terça-feira (10) autorização para a implantação de um novo restaurante Bom Prato em Diadema, na região do Grande ABC, com capacidade para servir 1,5 mil refeições diárias. O Vice-Governador também anunciou o início das atividades da Rede de Reabilitação Lucy Montoro, previsto para ocorrer no mês de setembro.

“Com o esforço do Governo de São Paulo para sairmos da crise sanitária, a Rede Lucy Montoro vai começar atender no mês que vem. E também anunciamos o Bom Prato, um programa importante de apoio à população carente na área de segurança alimentar e que aqui em Diadema conta com parceria do Governo do Estado com a prefeitura. O tão sonhado Bom Prato entrará em funcionamento em 2022”, disse Rodrigo Garcia.

O Governo de São Paulo vai investir cerca de R$ 1 milhão para custear as obras do Bom Prato de Diadema. O programa oferece segurança alimentar da população em maior vulnerabilidade do Estado, com refeições de qualidade a custo acessível. Diariamente serão servidos 1,2 mil almoços e 300 cafés da manhã.

Juntamente com a unidade de Mauá, anunciada recentemente, o Bom Prato de Diadema vai fortalecer as políticas públicas de segurança alimentar no Grande ABC. A região já conta com as unidades de Santo André e São Bernardo do Campo, sendo essa última inaugurada na atual gestão, no ano de 2019.

O Governo de São Paulo mantém atualmente 59 restaurantes da rede e a previsão é de que até no fim deste ano sejam entregues mais duas nas cidades de Presidente Prudente e Ribeirão Preto. Desde o início da pandemia, o Bom Prato realizou diversas adaptações e ampliação no serviço, passando a ofertar café da manhã, almoço e jantar.

Este aumento de 60% na cota mensal da rede popular já soma mais de 47,2 milhões de refeições servidas. Outra medida implementada para o enfrentamento da pandemia é a gratuidade para as pessoas em situação de rua, devidamente cadastradas pelo município, que atualmente totaliza mais de 1 milhão de refeições.

Lucy Montoro

O Vice-Governador também anunciou o início das atividades da unidade da Rede de Reabilitação Lucy Montoro de Diadema, que vai ofertar atendimento a pessoas com deficiências físicas e/ou visuais. O funcionamento está previsto para o final de setembro.

A capacidade é para cerca de 3.250 sessões terapêuticas e consultas mensais com equipe multidisciplinar, como educação física, enfermagem, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, ortóptica, psicologia, terapia ocupacional e serviço social. A unidade ainda poderá ofertar mais de 420 consultas médicas nas especialidades de fisiatria e oftalmologia e mais de 70 tecnologias assistivas, como órteses, próteses e meios de locomoção.

O serviço contará com tecnologia robótica de ponta não prevista no rol de equipamentos financiados pelo Ministério da Saúde para reabilitação física, como, por exemplo, os robôs Lokomat e Armeo-power, que serão utilizados no tratamento de membros inferiores e superiores, respectivamente.

O custeio está garantido em contrato com a OSS (Organização Social de Saúde) Fundação do ABC, com contrato total de R$ 37,2 milhões na vigência de cinco anos, com valor mensal de R$ 630 mil. Entre os investimentos do Governo de São Paulo, também estão R$ 4,9 milhões para equipamentos e outros R$ 5,9 milhões repassados à prefeitura de Diadema para realização das obras, que foram concluídas no final de 2019. Em virtude da pandemia de COVID-19, a inauguração do serviço foi reprogramada para o segundo semestre deste ano.

Vale Gás e Alimento Solidário

Durante a cerimônia, Rodrigo Garcia também realizou a entrega simbólica de vouchers do Vale Gás, programa de transferência de renda que vai pagar R$ 300 em três parcelas de R$ 100 para a compra de botijões de gás de cozinha. Ao total, serão beneficiadas 3.908 famílias em Diadema.

Lançado em junho, o benefício de transferência de renda visa responder às constantes alta de preço do botijão de gás de cozinha e garantir a proteção social de mais de 420 mil famílias em maior vulnerabilidade nos 645 municípios paulistas, impactando mais de 2 milhões de pessoas. O programa é voltado a famílias cadastradas no CadÚnico (sem Bolsa Família) e com renda per capita de até R$ 178,00.

O Vice-Governador ainda oficializou a entrega de 4.250 vouchers do programa Alimento Solidário, que prevê a entrega de cestas de alimentos a famílias em situação de vulnerabilidade social. As doações do Fundo Social São Paulo serão distribuídas pela prefeitura de Diadema.

O post SP anuncia Bom Prato e início das atividades da Rede Lucy Montoro em Diadema apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp