21°C
Clear sky

SP encerra julho com queda de 49% dos óbitos por COVID-19 desde pico da 2ª onda

O Estado de São Paulo termina o mês de julho com uma redução de 49% na média diária de novos óbitos e de 22% de novos casos de COVID-19 em comparação às médias de abril, marcado por balanços recordes da segunda onda da pandemia. As reduções são resultado da campanha de vacinação e das medidas de prevenção contra a doença.

Veja também
Site Vacina Já faz pré-cadastro da imunização contra COVID-19
Guia de prevenção sobre o novo coronavírus
As medidas adotadas pelo Governo de SP para o combate ao coronavírus

Os balanços deste mês foram os menores registrados desde março de 2021. Do dia 1º ao dia 31, foram 348.862 novos casos, o que equivale a uma média de 11.253 por dia. Houve 11.315 novas mortes, ou 365 diariamente. Em todo o mês de abril, as médias diárias foram de 14.462 óbitos e 718 mortes.

O declínio também é verificado nas hospitalizações. Neste sábado (31), há 10.607 hospitalizados, sendo 5.219 em enfermaria e 5.451 em leitos de Terapia Intensiva. No pico da segunda onda, o número chegou a ser o triplo, com mais de 31 mil pacientes internados.

No decorrer da pandemia, mais de 3.722.508 pessoas tiveram a doença e já estão recuperadas, sendo que 426.074 foram internadas e receberam alta hospitalar.

Desde o ano passado, o estado de São Paulo registrou 4.057.868 casos de COVID-19 e 138.996 óbitos.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado hoje é de 50,5% e na Grande São Paulo é de 46,6%.

O detalhamento dos dados da pandemia estão disponíveis no site www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

Dados atualizados em 31/07/21 – 17h25

O post SP encerra julho com queda de 49% dos óbitos por COVID-19 desde pico da 2ª onda apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp