27°C
Scattered clouds

Tribunal espanhol diz que Uefa e Fifa não podem impedir Superliga

Liminar foi concedida após ação da empresa que criou novo torneio

A Fifa e Uefa, as entidades que governam o futebol mundial e europeu, não podem impedir que 12 dos principais clubes do continente criem uma Superliga dissidente, afirmou um tribunal comercial da Espanha em um parecer preliminar nesta terça-feira (20).

Fifa e Uefa não comentaram de imediato o caso, que provavelmente assinalará o início de uma batalha legal prolongada a respeito da nova liga, que ameaça virar de ponta-cabeça a ordem há muito estabelecida do futebol de elite da Europa.

Não ficou claro de imediato qual autoridade a corte de Madri, que arbitra disputas corporativas, tem sobre as entidades esportivas sediadas na Suíça.

Em um veredicto visto pela Reuters, o tribunal disse que Fifa, Uefa e todas suas federações de futebol associadas não devem adotar “nenhuma medida que proíba, restrinja, limite ou condicione de nenhuma maneira” a criação da Superliga.

A corte também as alertou a não punirem nenhum jogador ou técnico que se filie.

O projeto da Superliga é encabeçado pelo presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, e a empresa estabelecida para administrar a competição tem sede em Madri.

A empresa apelou ao tribunal espanhol por uma medida liminar para impedir que entidades reguladoras do futebol adotem qualquer ação contra sua liga nova.

O juiz impôs um bloqueio preliminar à Fifa e à Uefa ao menos enquanto durarem os procedimentos legais, que podem demorar muitos meses na Espanha.

Foto: © Matthew Childsa/Reuters/Direitos reservados

Fonte: Ag. Brasil

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp