21°C
Overcast clouds

Ultrapassagens proibidas marcam a Operação Nossa Senhora Aparecida nas BRs goianas

Os números em um feriado marcado por chuvas e pista molhada evidenciam que o comportamento dos viajantes precisa se adequar às condições que o tempo e o asfalto impõem

Em cinco dias, policiais rodoviários federais flagraram 739 ultrapassagens irregulares sendo realizadas nas rodovias federais que cortam o estado de Goiás. O alto número de infrações cometidas pelos motoristas não ficou só nas manobras arriscadas, mas na atitude dos condutores e na irresponsabilidade antes mesmo de pegar o volante: 85 motoristas foram impedidos de dirigir por estarem sob efeito de álcool; 232 estavam sem cinto de segurança e 38 transportavam crianças sem o equipamento de retenção.

Os números em um feriado marcado por chuvas e pista molhada evidenciam que o comportamento dos viajantes precisa se adequar às condições que o tempo e o asfalto impõem. Dos 33 acidentes registrados de sexta a terça-feira (12), foram 11 saídas de pista e sete colisões traseiras, tipos de acidentes que costumam ocorrer quando há falta de atenção na condução do veículo, velocidade incompatível com as condições da pista e falta de guardar distância segura do veículo que segue à frente.

Abaixo, segue o levantamento estatístico com os números da Operação, comparados aos dados do período no ano de 2020:

Operação Nossa Senhora Aparecida

De 09 a 13 de 2020

Acidentes: 33
Feridos: 46
Mortes: 02

Total de autuações: 2.492

Cinto: 245
Embriaguez: 36
Celular: 73
Ultrapassagem: 281
Cadeirinha: 23

Prisões: 22

Veículos recolhidos: 130

Operação Nossa Senhora Aparecida

De 08 a 12 de 2021

Acidentes: 33
Feridos: 29
Mortes: 06

Total de autuações: 3.187

Cinto: 232
Embriaguez: 85
Celular: 22
Ultrapassagem: 739
Cadeirinha: 38

Prisões: 23

Veículos recolhidos: 308

Fonte e foto: PRF

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp