33°C
Few clouds

Vans da VacinAção da prefeitura de Goiânia têm boa adesão de moradores

No primeiro dia da estratégia de vacinação itinerante contra Covid-19 mais de 330 doses foram aplicadas.

Desde o último sábado (4/12), a Prefeitura de Goiânia está levando vacinas contra Covid-19 para mais próximo à população da capital. Trata-se da VacinAção, que consiste atualmente em duas vans plotadas com o nome do projeto e prevê várias ações diferentes que visam realizar buscas ativas de pessoas que estão aptas, mas ainda não se vacinaram. A atividade ocorre na última segunda-feira (6/12) na Praça Berimbal, localizada no Jardim Guanabara II, até às 17 horas.

“Os profissionais da Secretaria de Saúde de Goiânia vão realizar até 22 de dezembro a busca ativa dos moradores que estão dentro do perfil para receber a primeira dose da vacina ou ainda aqueles que estão no prazo para segunda dose em atraso, além dos que já podem receber a dose de reforço”, explica o secretário de Saúde, Durval Pedroso, reforçando que todos os imunizantes estão disponíveis nas vans, que vão percorrer todas as regiões da cidade.

Conforme o cronograma estabelecido pelas equipes de imunização, nesta terça-feira (7/12), uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) estará na Matriz de Campinas, localizada na Praça Santo Afonso, Qd.: 15 Lt.: 1, Setor Campinas, e outra estará nas proximidades do Terminal Goiânia Viva, localizado na Rua GV-1, 356, Residencial Goiânia Viva. “Nosso objetivo é ir aos locais em que a população vacinável estiver, por isso vamos aos parques, terminais de ônibus, praças, shoppings, igrejas e centros comerciais”, enumera Durval Pedroso.

Durante a VacinAção de hoje no Jardim Guanabara, a aposentada Branca Siqueira contou que não pensou duas vezes em ir à praça para receber a sua dose de reforço. “Tenho dificuldade de sair de casa em virtude de problemas de saúde, mas essa iniciativa me auxiliou demais para que eu pudesse me imunizar com a terceira dose”. Ela disse que ficou sabendo da van pela televisão e já se programou de imediato. “Estava tão ansiosa que fui uma das primeiras a chegar aqui na praça”, revelou.

Mauro Júnio, da editoria de Saúde

Foto: Divulgação/ SMS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp