31°C
Scattered clouds

Variação de preço de ar condicionado chega a 102,11% em Goiânia

Levantamento também verificou os valores de climatizadores, umidificadores e ventiladores

O Procon Goiânia realizou pesquisa para verificar a variação de preços de aparelhos de ar condicionados, climatizadores, umidificadores e ventiladores. O levantamento analisou 15 produtos em 6 lojas físicas localizadas em campinas e no centro.

A variação de preço de um mesmo modelo de aparelho de ar condicionado pode chegar até 102,11%. Os preços variam de R$ 1.258,20 a R$ 2.542,99. Já do climatizador, a variação encontrada foi de 84,41%. O menor preço encontrado foi de R$ 431,10 e o maior R$ 794,99.

O preço do ventilador de mesma marca e potência teve uma variação de 45,50%. O menor preço encontrado foi de R$ 109,90 e maior de R$ 159,90.  Um outro aparelho muito procurado para manter o nível da umidade de ar do ambiente é umidificador. Na pesquisa, o aparelho apresentou a menor variação de preço de até 9,38%.

Veja a pesquisa completa aqui

Dicas ao consumidor

1- Antes de comprar, é interessante para o consumidor fazer uma lista dos itens que pretende adquirir. Além de pesquisar sobre os preços e qualidades em sites, folhetos e anúncios publicitários de diferentes estabelecimentos.

2- Nas compras online o prazo de desistência da compra é de até sete dias da assinatura do contrato ou do recebimento do produto. Para maior segurança, o consumidor deve efetuar o cancelamento por escrito.

3- Ao escolher o modelo de ar condicionado, climatizador, umidificador e ventilador, o consumidor deve observar as dimensões do aparelho (altura, largura e profundidade) e sua voltagem. Essas características devem ser compatíveis com o espaço disponível para sua instalação e com a rede elétrica local.

4- É importante verificar se as funções oferecidas pelo fabricante atendem as expectativas e necessidades do consumidor. Solicite ao vendedor uma demonstração do funcionamento do produto.

5- Afixada nos eletrodomésticos a etiqueta do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) traz informações sobre o desempenho dos produtos. Recomenda-se dar preferência àqueles que economizam mais energia.  As classificações variam de A (mais eficiente) à E (menos eficiente), dependendo do produto.

6- O consumidor deve guardar a nota ou cupom fiscal, o termo de garantia e o manual de instruções, documentos que podem ser necessários em caso de problemas ou dúvidas no funcionamento do produto.

Anderson Marcelo, da editoria de Defesa do Consumidor

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp