24°C
Few clouds

Virmondes Cruvinel e Lissauer Vieira repudiam ataques de hackers durante audiência pública

Durante a invasão um rapaz aparece com imagens ao fundo como apoiador do presidente Jair Bolsonaro

Audiência pública remota, realizada pela Frente Parlamentar do Legislativo de Goiás na manhã desta sexta-feira, 19, pelo Google Meet, foi vítima de dois ataques de hackers. O presidente da Frente, deputado Virmondes Cruvinel (Cidadania), lamentou a ocorrência. “Lamentável que nossa audiência pública sobre linhas de crédito para pequenos empreendedores tenha sido atacada”, afirmou.

Virmondes explicou como aconteceram os ataques. “Alguns perfis invadiram a audiência com sons e imagens desconexos, atrapalhando a discussão de importantes informações. Um absurdo”, ressaltou. 

O deputado ressaltou que a democracia admite a livre manifestação de todos. “Mas não podemos tolerar ataques que visam justamente impedir que as pessoas expressem suas opiniões”, assinalou.

Nota de repúdio de Virmondes Cruvinel

“Lamentável que nossa audiência pública sobre linhas de crédito para pequenos empreendedores tenha sido atacada.

Alguns perfis invadiram a audiência com sons e imagens desconexos atrapalhando a discussão de importantes informações. Um absurdo.

Pequenos empreendedores estão preocupados com a crise e querem tirar suas dúvidas sobre o pacote de apoio lançado pelo Governo.

Agradeço a participação de todos, especialmente do Fernando Freitas, da Goiasfomento, órgão que deve ser procurado para mais detalhes do pacote.

A democracia admite a livre manifestação de todos. Entretanto, não tolera ataques que visam justamente impedir que as pessoas expressem suas opiniões.”Nota do presidente Lissauer Vieira O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira, lamentou profundamente o ataque virtual a uma audiência pública on-line realizada na manhã desta sexta-feira, 19, por iniciativa do deputado estadual Virmondes Cruvinel. A conferência era acompanhada por diversos representantes do setor produtivo e contou com a participação do chefe do Legislativo goiano.  Lissauer repudiou o ataque e afirmou que qualquer ato que impede ou inibe a livre manifestação das pessoas foge aos princípios democráticos e devem ser combatidos.  O presidente da Alego também manifestou apoio ao deputado Virmondes, colocando a Procuradoria da Casa à disposição para acompanhar o desenrolar dos fatos com as autoridades responsáveis.  A reunião tinha o objetivo de esclarecer dúvidas sobre as linhas de crédito anunciadas pelo Governo em apoio aos empreendedores nesse momento de crise. 

Imagem: Divulgaçao

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp