19°C
Clear sky

Voluntários participam da limpeza de praias na Baía de Guanabara

Os Projetos Coral Vivo, Guapiaçu, Meros do Brasil e Uçá, patrocinados pelo Programa Petrobras Socioambiental, realizaram hoje (11) a primeira edição do Clean Up Bay – Dia de Limpeza da Baía de Guanabara.

Promovido pela Rede de Conservação Águas da Guanabara (Redagua), o evento ocorreu na Praia de José Bonifácio, na Ilha de Paquetá; Praia da Bica, na Ilha do Governador; e na Praia das Pedrinhas, em São Gonçalo.

O objetivo da limpeza das praias da Baía de Guanabara é sensibilizar a população fluminense para as consequências do descarte inadequado de resíduos no oceano.

Voluntários atuaram nas três praias recolhendo o lixo descartado incorretamente. A ação é dividida em duas partes: a coleta e a triagem, quando o material coletado será classificado, registrado e pesado.

O jovem Rafael Marassi, de 16 anos, que integra a Organização Não Governamental (ONG) Onda Verde, estava na praia das Pedrinhas e ressaltou a importância do evento. “O projeto é realmente necessário para a limpeza do oceano, devido a grande quantidade de lixo jogada no mar”. Ele ficou impressionado com a quantidade de lixo recolhida em menos de uma hora. “Recolhemos seringa de insulina, uma amostra de sangue, bastante preservativos e muitas garrafas pet”, disse.

O evento faz parte do Mês do Meio Ambiente e integra o calendário Rio2030, composto por uma série de ações de educação sustentável com o objetivo de sensibilizar a população fluminense. Outros dois países também participam da primeira edição do Clean Up Bay: Argentina e Moçambique.

O presidente da ONG Guardiões do Mar, Pedro Belga disse que “a Baía de Guanabara sofre diversos impactos todos os dias, mas são muitos os sonhadores que trabalham arduamente para vê-la limpa. Por isso, reunimos voluntários, sociedade civil organizada e moradores da região que querem ver o bem da Baía de Guanabara”.

Na Ilha de Paquetá foram recolhidos 46 quilos (kg) lixo poluente, entre garrafas plásticas e vários tipos de resíduos. Na praia da Bica, na Ilha do Governador, foram 23 kg de resíduos, além de 1.368 bitucas de cigarro, 194 canudos plásticos, 367 hastes de cotonete e 622 tampinhas de garrafas de plástico. Já em São Gonçalo, os voluntários recolheram um total de 450 kg de poluentes sólidos.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp