24°C
Clear sky

Yamanitu Silva vai à final de duplas da classe Quad em Roland Garros

O catarinense Ymanitu Silva vai disputar o título de duplas da classe Quad (cadeirantes) em Roland Garros. Nesta quarta-feira (1º) o brasileiro e o parceiro Heath Davison (Austrália) avançaram à final depois de vencerem a dupla do norte-americano David Wagner com o britânico Andy Lapthorne, por 2 sets a 1 (parciais de 1/6, 6/4 e 10/8).  Embora indefinida a data da final, a expectativa é que ocorra entre sexta (3) e sábado (4).

 Os adversários de Ymanitu e Heath serão os vencedores do confronto dos holandeses Sam Schroder e Niels Vink contra a dupla do japonês Koji Sugeno com o sul-africano Donald Ramphadi.

Catarinense Ymanitu Silva avança à final de duplas em Roland Garros: https://t.co/CJtiijyZ1n pic.twitter.com/3E2pGZ34Em

— Comitê Paralímpico Brasileiro (@cpboficial) June 1, 2022

“A semifinal de duplas foi muito emocionante. Saímos de um primeiro set com eles em um nível muito alto. Já no segundo, fiquei bem feliz, pois eles fizeram o jogo todo em cima de mim, consegui segurar bem e crescemos no match tie-break. Poder participar de uma final de Roland Garros é um marco para o Brasil e para minha carreira”, disse Ymanitu após a vitória.

Mais cedo, o catarinense, 11º colocado no ranking da classe Quad, deu adeus à disputa de simples ao perder por 2 sets a 1 ( 6/1, 3/6 e 6/4 ) para o norte-americano David Wagner, atual número 4 do mundo. Os dois estiveram frente a frente no mês passado no Campeonato Mundial de Tênis em Cadeira de Rodas, em Portugal, e nas duas oportunidades o brasileiro levou a melhor sobre Wagner. No Mundial, Ymanitu conquistou o bronze, a primeira medalha do país na competição.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp