Prefeitura de Anápolis estabelece novo fluxo de atendimento para pacientes com dengue

Date:

Share post:

Medida tem como objetivo reduzir o tempo de espera e aliviar a carga na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Alair Mafra de Andrade

Um novo fluxo foi estabelecido para otimizar o atendimento aos pacientes da rede municipal de saúde, respondendo ao aumento dos casos de dengue que pressiona o sistema. Esta iniciativa, que começou na sexta-feira, 23, seguirá pelo tempo que for necessário. Para agilizar o processo, a Prefeitura de Anápolis agora oferece um serviço de orientação e transporte na UPA Alair Mafra de Andrade, destinado a pacientes com sintomas leves ou quadros de menor complexidade.

Essa medida tem como objetivo reduzir o tempo de espera e aliviar a carga na unidade de pronto atendimento. Todos os cidadãos que procuram a unidade passam por uma triagem médica, que pode recomendar a transferência para a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima, assegurando um atendimento mais rápido para todos.

“Ficaremos aqui na unidade com uma equipe da Secretaria de Saúde para fornecer todo o suporte necessário. Vamos orientar os pacientes para que, principalmente, seus atendimentos sejam realizados de forma mais ágil e para que assim recebam seu tratamento de forma adequada”, relatou a secretária de Saúde, Elinner Rosa.

Os veículos utilizados para o transporte estão equipadas com um profissional técnico de enfermagem para oferecer suporte aos pacientes até a chegada à uma das unidades básicas. Neste sábado (24) e domingo (25), o serviço estará disponível entre 12h e 0h, fazendo o trajeto da UPA Alair Mafra até a UBS do Leblon, que atua como retaguarda no tratamento de dengue e funciona como um Centro de Hidratação com 30 leitos.

A partir de segunda-feira (26), o serviço operará das 7h às 22h. Pacientes com quadro provável de dengue, após avaliação médica, poderão ser encaminhados para uma das seis unidades de referência especializadas no atendimento. São elas: Bairro de Lourdes, Vila União, Vila Norte, Filostro Machado, Parque Iracema e Maracanzinho (perfil pediátrico).

“Com esse transporte, visamos criar um fluxo organizado que alivie a pressão sobre a UPA. Há um hábito comum de buscar atendimento na unidade de pronto atendimento, na expectativa de rapidez, o que acaba sobrecarregando o sistema de saúde. Com isso em mente, implementamos essa estratégia de transferir e realocar pacientes com casos mais leves para a nossa unidade de hidratação, buscando um atendimento mais eficiente”, explica Elinner Rosa.

É importante destacar que, se o quadro clínico do paciente não corresponder a dengue, ele será encaminhado para a Unidade Básica de Saúde mais próxima. Em todas as situações, o transporte também assegura o retorno do paciente à UPA Alair Mafra.

Canal de atendimento

O paciente que precisar realizar exames também poderá solicitar seu agendamento através do ZAP da Prefeitura na opção “Serviços da Saúde”, em seguida a opção 4 (Dengue-Agendamento de exame). O acesso retornará prontamente com local e horário de realização. Esse canal pode ser acessado através do site da Prefeitura Municipal: anapolis.go.gov.br ou pelo telefone (62) 3902-2882. Além disso, por esse mesmo caminho, a população pode solicitar informações sobre a dengue e também será criado o Dengue-Denúncia.

spot_img

Notícias relacionados

Ao lado de Caiado, Daniel, Gustavo e Sandro, prefeito Vilmar se filia ao União Brasil

­Vilmar une base do governador em Aparecida e vai disputar reeleição com apoio de UB, MDB e quase...

Prefeitura de Aparecida inaugura moderna central semafórica nesta terça-feira

Espaço contará com monitoramento em tempo real dos semáforos da cidade, além de integração com aplicativo Waze que...

Prefeito Vilmar assina ordem de serviço para construção de nova Casa de acolhimento para crianças em Aparecida

Espaço irá garantir a segurança de integralidade de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade ou risco de violência O...

Vacinação contra a gripe segue em 38 postos de Aparecida de Goiânia

Idosos, gestantes, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com deficiência ou comorbidades, trabalhadores da...