Com possibilidade de chuvas intensas na Capital, Defesa Civil segue em alerta para situações emergenciais

Date:

Share post:

Cimehgo aponta risco potencial de chuvas intensas, no fim de semana, que podem ser acompanhadas de rajadas de vento e raios. População deve ficar atenta sobre cuidados em situações de adversidades climáticas

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Defesa Civil, reforça a atenção e monitoramento da cidade nos próximos dias, diante da previsão de chuvas para o fim de semana. O alerta do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo) aponta risco potencial de chuvas intensas (20 a 30 mm/h ou 50 mm/dia), que podem ser acompanhadas de rajadas de vento (acima de 60 km/h) e raios.

Em Goiânia, a previsão é de variação de nebulosidade, sol, com pancadas de chuvas isoladas, temperatura máxima que pode chegar aos 31ºC e umidade relativa do ar entre 40% a 90%. “Diante da possibilidade de situações adversas, a população deve ficar atenta para adotar medidas preventivas que são de grande importância para evitar incidentes”, destaca.

Dentre os cuidados, a Defesa Civil destaca que, ao ser surpreendido por chuva forte, a orientação é procurar parar em local seguro, como estacionamentos de shoppings ou supermercados. Também não se deve atravessar vias alagadas acima do meio-fio, pois a força da água pode arrastar veículos.

Outro cuidado importante é não estacionar ou parar veículos embaixo de árvores, pois elas podem sofrer quedas ou serem atingidas por raios. “É preciso tomar muito cuidado com a possibilidade de quedas de árvores, raios e descargas elétricas”, frisa o coordenador municipal de Proteção e Defesa Civil, Robledo Mendonça de Farias.

Segundo ele, é preciso ficar atento e vigilante ao nível de subida das águas, mesmo à noite, assim como evitar áreas de risco e evacuar áreas de inundação. Se houver risco de deslizamentos de terra na região, é fundamental estar alerta a qualquer sinal de rachaduras no terreno ou nas paredes. Em caso de emergência ou risco iminente, a população deve acionar a Defesa Civil (153) e o Corpo de Bombeiros (193).

A Defesa Civil segue em monitoramento constante e, em casos de emergência, oferece serviços de assistência social com abrigo temporário junto à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social (Sedhs).

Em caso de quedas de árvores, os goianienses podem acionar a Comurg para solicitar a retirada pelo WhatsApp (62) 9 9855-8555 ou pelo aplicativo Prefeitura 24 horas.

Investimentos em drenagem
Para conter os alagamentos que castigam a cidade há décadas, a Prefeitura de Goiânia realiza investimentos da ordem de R$ 200 milhões em drenagem urbana. “São mais de R$ 200 milhões em obras de drenagem. Resolvemos enfrentar um problema histórico e já beneficiamos regiões como o Bairro Feliz, Chácaras São Joaquim, Maringá, Novo Petrópolis e os trabalhos avançam em outros bairros, a exemplo do Jardim Goiás”, ressalta o prefeito Rogério.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana (Seinfra), dos mais de 90 pontos de alagamento que a Prefeitura realiza acompanhamento, 70 já receberam intervenções. Outra medida preventiva adotada pela administração municipal é a limpeza das galerias. A Prefeitura já realizou a limpeza de 74 mil bocas de lobo. Mais de 200 mil metros de ramais foram limpos e mais de 22 quilômetros de novas tubulações para escoamento das águas da chuva foram executadas.

Fotos: Defesa Civil

spot_img

Notícias relacionados

Ao lado de Caiado, Daniel, Gustavo e Sandro, prefeito Vilmar se filia ao União Brasil

­Vilmar une base do governador em Aparecida e vai disputar reeleição com apoio de UB, MDB e quase...

Prefeitura de Aparecida inaugura moderna central semafórica nesta terça-feira

Espaço contará com monitoramento em tempo real dos semáforos da cidade, além de integração com aplicativo Waze que...

Prefeito Vilmar assina ordem de serviço para construção de nova Casa de acolhimento para crianças em Aparecida

Espaço irá garantir a segurança de integralidade de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade ou risco de violência O...

Vacinação contra a gripe segue em 38 postos de Aparecida de Goiânia

Idosos, gestantes, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com deficiência ou comorbidades, trabalhadores da...